Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

MAIS TRAILERS

APOLLO 18 (2011)

TINKER TAILOR SOLDIER SPY (2011)

DOIS TRAILERS

WARRIOR (2011)

MISSION: IMPOSSIBLE - GHOST PROTOCOL (2011)

GAROTAS DURAS NA QUEDA (1981)

... aka ...All The Marbles
... aka The California Dolls

É claro que um dos motivos que eu elegi GAROTAS DURAS NA QUEDA para homenagear o Peter Falk foi seu grande desempenho aqui, um dos melhores na minha opinião, mas outros detalhes também contribuiram para a escolha. É um filme sobre belíssimas garotas, em trajes interessantes, trocando sopapos e desaforos em cima de um ringue e dirigido pelo mestre Robert Aldrich, em seu último trabalho como diretor! Motivos suficientes para a escolha, não?!


Além de mostrar um pouco os bastidores do universo da luta livre feminina, o roteiro é inteligente o bastante para explorar também o lado humano de seus personagens, seus conflitos e dilemas nesse universo de dureza. Peter Falk é o empresário de duas belas lutadoras, Iris (Vicky Frederick) e Molly (Laurence Landon), e possui uma relação de amor e ódio com elas. Estão sempre viajando pelo país de carro, arranjando lutas, quebrando a cara, tentando vencer na vida…



Mas embora seja bastante focado …

VOU, VEJO e DISPARO (1968)

... aka I Tre che Scolvonsero il West
... aka Vado, Vedo e Sparo
... aka I Came, I Saw, I Shot

Li em algum lugar que VOU, VEJO E DISPARO fecharia uma espécie de trilogia de “caça ao tesouro” do Enzo G. Castellari, formada ainda por SETTE WINCHESTER PER UN MASSACRO e VOU, MATO E VOLTO. Tirando o fato de que não se trata bem de um tesouro escondido a ser caçado, e sim uma maleta cheia de dinheiro roubado, este aqui é dos mais divertidões do diretor, até porque assume seu tom de comédia sem qualquer receio.

Temos três personagens principais que disputam incessantemente a tal maleta e o filme desenvolve com bastante agilidade a partir disso uma típica “comédia de erros” que oferece situações hilárias. Alguns detalhes lembram o que a dupla Terence Hill e Bud Spencer faria um tempo depois.

Dos destaques de VOU, VEJO E DISPARO, o trio de protagonista merece boa atenção, cada um com suas peculiaridades, formado por Frank Wolff, que já havia trabalhado com o diretor em POCHI DOLLARI PER DJANG…

R.I.P. PETER FALK (1927 | 2011)

KILLER ELITE (2011) - Trailer

Uma categoria do Emmy para ficar na torcida!

200.000 acessos! 

A DANGEROUS METHOD - Trailer

JOHNNY HAMLET (1968)

... aka Deus Criou o Homem e o Homem Criou o Colt
... aka Quella sporca storia nel west

A notícia do Simon West na direção de OS MERCENÁRIOS 2 me atormentou durante um tempo, mas para demonstrar que já estou recuperado, vamos falar um pouco de Castellari, especialmente se for um de seus melhores filmes, como é caso do Spaghetti WesternJOHNNY HAMLET.

O nome do famoso personagem de Shakespeare já foi adaptado para as telas do cinema em diversas contextualizações, mas imaginem vê-lo com toda a carga de conflitos que o sujeitinho carrega, mas na pele de um jovem rápido no gatilho do velho oeste! É exatamente o que temos aqui, um autêntico encontro de Shakespeare com o Spaghetti Western, sob o olhar inspirado de Enzo G. Castellari!

A idéia original de JOHNNY HAMLET surgiu de outro mestre do gênero, Sergio Corbucci, que teve de abandonar o projeto pelo seu envolvimento com outras produções.

Johnny Hamilton (Andrea Giordana) é um jovem soldado confederado que retorna, após dois anos, da gu…

MANDRILL - Trailer

FAST FIVE (2011)

Apenas algumas considerações pra não passar batido, este FAST FIVE é tão besta e descartável quanto os outros de certa maneira, mas querem saber? Eu gostei pra cacete! É muito menos voltado para aquela masturbação de carros possantes, com neon azul piscando em baixo, aqueles movimentos de câmera em CGI entrando dentro do motor e etc, e bem mais focado em ser um filme de assalto e ação exagerado, com carros batendo, amassando, explodindo e tudo filmado de verdade, sem o uso de computação gráfica! E no cinemão americano que temos hoje, onde qualquer merda é realizada por um nerd atrás de uma tela de computador, é algo para se elogiar!

A sequência final é um espetáculo, foram realmente destruídos cerca de 200 carros nas filmagens e é muito bom ver algo assim mostrado de forma artesanal, com dublês voando, veículos sendo estraçalhados sem efeitos especiais computadorizados ou fundo de tela verde! Coisa linda!

Não deixa de ser uma baboseira, na verdade, mas diverte justamente por esses det…

SIMON WEST e divagações...

CON AIR foi um filme que me deixou de queixo caído no calor do momento, na ingenuidade da adolescência, com aquelas explosões, um puta elenco e o cabelo ridículo do Nicholas Cage. Hoje, eu não sei como desceria, mas depois da notícia de que o seu diretor, Simon West, foi o escolhido pelo Stallone para comandar a continuação de OS MERCENÁRIOS, vou ter que rever para lembrar o que esse diretor é capaz. Porque se depender do último filme de ação que West realizou, THE MECHANIC, ou de TOMB RAIDER, entramos realmente numa fria!

E estou tentando buscar algo positivo nisso tudo, mas fica difícil. West já tem uma carreira de mais de 15 anos, basicamente voltada ao cinema de ação / aventura e, pelo menos pra mim, já demonstrou de tudo, menos que é capaz de “resolver” o “problema” das cenas de ação que tanta gente detonou em OS MERCENÁRIOS. E não acredito que vá aprender a dirigir ação de uma hora pra outra…

Pior, se a direção do Stallone falha na ação (eu não acho isso, mas muita gente acha),…

TACTICAL FORCE - Trailer e poster

TRAILER Ainda não encontrei essa porcaria de trailer no youtube. Então cliquem no link acima, por favor...

OH NÃO!!!

SIMON WEST será o diretor de 
OS MERCENÁRIOS 2!!!
Por que?! Por que?!
E agora?

ALMIGHTY THOR (2011)

Este aqui é complicado… Não sei nem por onde começar. Mas tudo bem, vamos pela história, que não possui qualquer relação com os quadrinhos do Deus do Trovão, mas já sabemos de antemão que se trata de mais uma produção da The Asylum, então não é surpresa alguma. Em ALMIGHTY THOR, Loki (Richard Grieco) não é irmão de Thor (Cody Deal), mas uma espécie de feiticeiro que surge sem muita explicação e usa seus poderes e umas criaturas que parecem cachorros misturados com dinossauros, feitos em um CGI bem fuleiro, para destruir Asgard em busca de um tal martelo da invencibilidade!
Odin, antes de ser morto (ah, não se preocupem com spoilers), se livra do martelo através de um portal mágico. Seu filho, Thor, junto com uma guerreira local, consegue passar pelo portal e vem parar aqui na terra, onde tenta encontrar o artefato para derrotar Loki!
Sim, até parece ser um filmaço, mas não se engane pela minha descrição, nem pelo poster ou trailer. ALMIGHTY THOR é uma porcaria extremamente mal dirigida,…

BLOW OUT em blu-ray da Criterion Collection

BURKE AND HARE (2010)

Eu não ando muito ligado nas comédias atuais, mas resolvi me arriscar neste aqui porque a) me pareceu ser um bom caso do típico humor britânico; b) além do tipo de humor, me pareceu ter uma mescla interessante com mistério e terror; c) tem o Simon Pegg, que é dos poucos rostos do gênero que acho bacana atualmente e d) o motivo principal, é que BURKE AND HARE é o retorno de John Landis à direção depois de não sei quantos anos sem fazer algo para cinema.

Duas escolas de anatomia na cidade de Edimburgo, por volta de 1820, competem pelo posto de melhor instituição, uma liderada pelo Dr. Monro (Tim Curry) e outra pelo Dr. Knox (Tom Wilkinson), que se vê obrigado a adquirir corpos por meios ilegais, já que Dr. Monro consegue um monopólio sobre a oferta de cadáveres na cidade. É aí que entram Burke (Pegg) e Hare (Andy Serkis), dois malandros que estão dispostos a tudo para ganhar uns trocados, o que incluí conseguir alguns defuntos para o Dr. Knox, mesmo que nem sempre encontrem o artefato s…

SETTE WINCHESTER PER UN MASSACRO, aka TEXAS 1867 (1967)

A princípio, o mais legal em percorrer a carreira do Castellari está sendo descobrir e escrever sobre alguns Spaghetti's que eu demoraria décadas para ver. Eu nunca tinha ouvido falar de SETTE WINCHESTER PER UN MASSACRO, um bom exemplar que, dessa vez sim, trata-se da oficial estréia de Enzo G. Castellari como diretor, assinando com um pseudônimo americanizado, E. G. Rowland.

O filme é sobre um ex-coronel sulista, Thomas Blake (Guy Madison), que não aceita a derrota na guerra de secessão e reúne um grupo de peculiares bandidos para tocar o terror pelos territórios por onde passa. Até que um dia, um misterioso pistoleiro, Stuart (Edd Byrnes) se junta ao bando e propõe a todos a ir recuperar um tesouro de duzentos mil dólares enterrado num cemitério indígena.

O tema caça ao tesouro seria abordado por Castellari em seu filme seguinte também, VOU, MATO E VOLTO, que já comentei aqui no blog. E parece que VOU, VEJO E DISPARO também tem esse mote, formando uma espécie de trilogia… este ú…

POCHI DOLLARI PER DJANGO (1966)

Comecemos então pelo começo! Apesar de não receber o crédito de diretor, este Spaghetti Western é a estréia não-oficial de Enzo G. Castellari na direção. Há um trecho na biografia do Anthony Steffen, em que o próprio ator diz que o argentino Leon Klimovsky (famoso pelos filmes de terror com Paul Naschy) não filmou uma cena sequer, apesar de ser o seu nome que estampa o crédito, e acabou parando nas mãos de Castellari o serviço, que se não o fez com excelência, ao menos demonstrou que tinha talento para a coisa. O filme não é dos melhores do gênero, e acho que nem tinha essa pretensão, mas é um exemplar divertido, sem o “glamour” dos filmes do Leone, Corbucci, Sollima, Damiani, Lizzani, Questi e etc…

Um detalhe que vale lembrar é que esses italianos eram todos picaretas. Mudavam títulos, redublavam cenas, faziam o que fosse possível para promover seus filmes. Naquela época, DJANGO, de Sergio Corbucci, foi um dos grandes sucessos do gênero e o que surgiu de produção explorando a popular…

THE GIRL WITH THE DRAGON TATTOO - Posters

Versão comportada
Versão piercing no mamilo

Papinho rápido!

- Fim de semana em São Paulo ótimo, cheio de alegrias e emoções: Master Class com o grande diretor e presidente da TROMA, Lloyd Kauffman, que me fez ficar mais fã da produtora do que já era antes; pizzas borrachentas; saída espontânea na Rua Augusta; emos adultos; taxistas homofóbicos; reencontro com alguns amigos, como o Leopoldo Tauffenbach, Cristina Martinez, Takeo Maruyama, Leandro Caraça, Felipe Guerra, Gustavo Daher, Fritz Martiliano, Joel Caetano, Mariana Zani e muitos outros; tive o prazer de conhecer pessoalmente alguns amigos virtuais, como é o caso do Heráclito Maia, Douglas Domingues, o pessoal do blog Película Raivosa, Diogenes L. Cesar, Gabriel Carneiro, Laura Cánepa, Marcelo Valletta, Thiago Colás, Rodrigo Ramos, Gurcius Gewdner, Petter Baiestorf, Lucio Reis, nossa, é muita gente… me perdoem aqueles que eu esqueci agora!
Para aumentar ainda mais a dose de emoções, a minha namorada, Michelle, fez o favor de comprar o vôo de volta um dia depois do planejado. Tivemos que v…

TROMA - Retrospectiva e Master Class

Estou indo agora para São Paulo aproveitar o restinho da retrospectiva da TROMA e participar, amanhã (sábado), da famosa Master Class com o diretor Lloyd Kaufman! O evento é organizado pela Black Vomit e Galeria Olido e está, realmente, imperdível pra quem curte umas tralhas!

Como eu morro de medo de avião, estou um pouco nervoso pra escrever mais sobre o assunto... mas semana que vem, se eu ainda estiver com vida, conto como foi!