Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

RIP ERLAND JOSEPHSON (1923 | 2012)

4:44 LAST DAY ON EARTH - Trailer

ZINGU!

A nova edição da ZINGU!, revista eletrônica dedicada ao cinema brasileiro, já está disponível para quem aprecia uma boa leitura, homenageando dessa vez o ator John Herbert e com um puta dossiê do ator Ewerton de Castro. Recomendo TODOS os textos da edição, que está imperdível, mas deixo também os links de duas contribuições que eu fiz para a revista:

ADULTÉRIO POR AMOR(1978)
SEXO, SUA ÚNICA ARMA (1981)


Boa leitura! revistazingu.net

OSCAR 2012

Pois é, não tenho escrito sobre filmes das últimas safras aqui no blog, mas não tenho deixado de conferir alguns exemplares. E pode parecer o contrário, mas eu gosto do Oscar, acompanho todo ano e me divirto bastante torcendo para os meus favoritos. É claro que não tive saco pra ver todos os indicados a melhor filme, mas aqui vão umas pequenas impressões daqueles que assisti e que concorrem ao prêmio principal da Academia:


O ARTISTA: Um dos grandes favoritos ao prêmio principal é este filme francês que virou hit internacional desde sua primeira apresentação no Festival de Cannes do ano passado e até então vem abocanhando vários prêmios importantes. Filmado em preto e branco e sem diálogos, O ARTISTA conta a história de um ator do cinema mudo cuja carreira vai ao fundo do poço com a transição para o cinema sonoro. É um trabalho muito bonito, com roteiro bem construido, bem dirigido, um protagonista interessante, vivido com muita inspiração pelo ator francês Jean Dujardin, que deve ser a…

FEMALE VAMPIRE (1973)

A abertura de FEMALE VAMPIRE é uma beleza! Lina Romay se revela através de uma densa bruma vestindo apenas uma capa preta, com os seios à mostra, vagando lentamente em direção ao público, hipnotizado pela sua formosura. A câmera do diretor Jess Franco aproveita para dar alguns dos seus zoons característicos, mostrando em planos detalhes os dotes íntimos e robustos da vestal que continua seu trajeto diretamente para a câmera até a imagem escurecer.

É uma bela homenagem do Franco à exuberância de sua atriz, esposa, musa inspiradora, Lina Romay, que faleceu recentemente, vítima de câncer, aos 58 anos… E aqui prestamos a nossa singela homenagem à ela, pelo amor e dedicação que sempre teve ao cinema extremo e por ter inspirado esse prolífico cineasta a fazer mais de 200 obras!

FEMALE VAMPIRE é um dos filmes ideais para homenageá-la, embora não seja um dos meus favoritos do Franco. Na verdade, trata-se uma dessas produções mais discretas do diretor, realizado com pouquíssimo recurso, talve…

RIP LINA ROMAY (1954 | 2012)

O CAÇADOR DE TUBARÕES, aka Il cacciatore di squali (1979)

O máximo que O CAÇADOR DE TUBARÕES conseguiu fazer para me empolgar, foram algumas ceninhas filmadas sob a água, com dublês interagindo com tubarões e que certamente não foram filmadas pelo diretor da bagaça, Enzo G. Castellari. Na verdade, parecem tiradas de um documentário do Discovery Channel. De resto, o filme é uma monótona aventura de caça ao tesouro fazendo pose de filme de tubarão assassino, subgênero tão comum nos anos 70 após o sucesso de TUBARÃO, do Spielberg.

Nem a presença do ator Franco Nero ajuda a tirar o filme do buraco. O sujeito aqui é um americano que vive tranquilo numa praia paradisíaca em um país qualquer da América Central após perder sua família em um trágico acidente. Um pouco amargurado com isso, e com uma peruca loira ridícula, Nero passa seus dias capturando tubarões, comendo uma nativa, bebendo nos bares e trocando socos com arruaceiros… Um dia, o sujeito descobre um tesouro que foi parar no fundo do mar - no interior de um avião que caíra há algum tempo…

MAXIMUM CONVICTION - Cover Art

O VINGADOR, aka Raven (1996)

Este é daqueles filmes que eu não faço idéia de como e porquê parei para assistir. Mas deve ter sido por causa do Burt Reynolds, esbanjando carisma, em fim de carreira como homem de ação. É umas das poucas coisas que prestam em O VINGADOR, que é dirigido pelo dublê/cineasta Russel Solberg e possui também umas ceninhas de ação mais ou menos e uma pequena dose de nudez. A história possui uma premissa que poderia render, mas descamba para o thriller estilo “Supercine” dos atuais sábados à noite da Globo.

Raven, do título original, é o nome do personagem de Reynolds, o lider de um esquadrão especial secreto do governo americano. O filme começa em uma missão na Bósnia, onde tudo dá errado e quase todos os membros do esquadrão são mortos em combate. Para piorar, os únicos sobreviventes, Raven e Duce (o fortão Matt Battaglia), acabam tedo uma séria discussão durante a fuga, dentro de um helicóptero, causando um acidente e o desaparecimento de Raven.

Um ano depois, Duce vive a vida que eu pe…

SLEEPING DOGS - Trailer (Video Game)

Não sou profundo conhecedor do mundo dos games atuais (sou fanático apenas pela série GTA e RED DEAD REDEMPTION, os quais não passo um dia sequer sem jogá-los no Xbox 360™. L.A NOIRE também é muito bacana).

Enfim, também não faço a mínima idéia do que se trata SLEEPING DOGS. No entanto, o amigo Luiz Alexandre mostrou esse vídeo ontem, filmado em live action, que se trata de um trailer desse jogo. Dirigido por Kody Sabourin e Paul Furminger, ambos especialistas em efeitos visuais em filmes de grande porte de Hollywood, o vídeo demonstra dois grandes talentos no trabalho de cenas de luta e ação. Mesmo com a edição rápida, picotada e câmeras lentas, o resultado é fantástico! Talvez eu nem chegue a jogar SLEEPING DOGS, mas o trailer vale a pena ver e rever:



Ok, nada que já não tenhamos visto antes, mas ainda assim, muito melhor que a grande maioria das cenas de ação feita hoje no cinema americano atual.

MACHETE KILLS - Poster

ACTION MOVIE of the day # 15 - BACK IN ACTION

CHILLERAMA (2011)

A idéia de CHILLERAMA até que é boa: uma antologia que serve de homenagem ao universo drive-in, juntando quatro cineastas especializados em terror de orçamento médio da atualidade. O grupo de camaradas responsáveis pelo feito é formado por Adam Rifkin, Tim Sullivan, Joe Lynch e Adam Green.

A história central se passa na noite de encerramento de um cinema drive-in e o cronograma, comandado por Richard Riehle, é uma maratona de autênticos filmes “trash”. Adam Rifkin (o veterano da turma de diretores) é quem solta o primeiro, WADZILLA. É um troço no mínimo hilário, sobre um sujeito que goza um esperma mutante, que se transforma num monstro gigantesto e aterroriza a população de uma cidade, remetendo aos sci-fi’s de monstros dos anos 50. Com participação de Eric Roberts bem canastrão e efeitos especiais tosquíssimos, o episódio é, de longe, o que temos de mais divertido na “programação” de CHILLERAMA.


Já o segundo, puta merda, é chato pra cacete! Dirigido por Tim Sullivan (da refilmage…

MATADOR DE ALUGUEL, aka Road House (1989)

Ah, eu adoro esse filme!

Em homenagem ao Ben Gazzara, que partiu dessa para “melhor” há alguns dias, resolvi escolher um título especial no qual os leitores mais assíduos do blog e fãs de filmes de ação iriam curtir à beça, porque ROAD HOUSE (vamos esquecer o título nacional) é um dos exemplares mais interessantes do “cinema de macho” americano dos anos 80. Mais cedo ou mais tarde eu teria que escrever algumas linhas sobre essa obra prima, mesmo que Gazzara, o vilão do filme, não tivesse falecido recentemente.

Dirigido pelo pouco conhecido Howdy Herrington, ROAD HOUSE é a sintese de todo um gênero em sua fase áurea, com cada elemento disposto de maneira bem definida. Em se tratando de cinema físico americano exacerbado dos anos 80, ROAD HOUSE possui méritos suficientes para se manter no mesmo nível de alguns exemplares sempre lembrados como paroxismos do gênero: DESEJO DE MATAR III, COMANDO PARA MATAR, INVASÃO USA, e alguns outros…

Mas para quem tem Charles Bronsom, Chuck Norris, S…

RIP BEN GAZZARA (1930 | 2012)